O Desconhecido Ataque Japonês a Ilha de Vancouver-Canadá

Após os ataques a Pearl Harbor a Marinha Japonesa patrulhava todo o pacifico norte. O Japão tinha invadido as Ilhas Aleutas, onde durante pouco mais de um ano foram travados duros combates entre os aliados e japoneses.

Farol Estevan Point

Nesse período toda costa pacifico estava ameaçada, e mesmo com o reforço da marinha estadunidense para contar os japoneses, em 20 de junho de 1942 a ilha de Vancouver foi bombardeada por um submarino Japonês.

O ataque foi feito pelo submarino I-26 sob o comando de do comandante Yokota Minoru ao farol Estevan Point situado na ilha de Vancouver Canadá. Esse ataque foi o primeiro em solo canadense após a guerra de 1812.

Submarino I-26

Yokota comandou uma série de 25 a 30 tiros de seu canhão de 5,5”, mas não acertou o alvo mantendo o farol intacto e não teve nenhuma morte nem ferido, mesmo assim as luzes do farol foram apagadas, causando uma desastrosa atividade no transporte marítimo na região. O fato ficou pouco conhecido na história da Segunda Guerra Mundial.

Apesar do bombardeio ao farol ter falhado, o I-26 era conhecido por outros feitos, e um deles foi o afundamento do primeiro mercante estadunidense na guerra pela Marinha Japonesa. Em 7 de dezembro de 1941, enquanto Pearl Harbor estava sob ataque, o navio mercante Cynthia Olson foi a pique com carregamento de madeira. O mercante ainda avisou pelo radio que estava sob ataque de um submarino japonês. O vapor Lurline mas não conseguiu ajudar.

Em 1942 após a patrulha a corta da América do Norte, o I-26 voltou para a costa oriental onde afundou e danificou inúmeros navios de guerra norte americano.

No votes yet.
Please wait...

Written by 

Deixe uma resposta