As Balas Tiveram Pena de Mim.

Depoimento do Soldado Véssio Maneli, da 3ª Cia. do 1° Batalhão do Regimento Sampaio. Seu comandante era o Capitão Salvador Gonçalves Mandim (ferido na cabeça nesse dia) e o batalhão comandado pelo Major Olívio Gondim de Uzeda.

Sou natural de Sorocaba, estado de São Paulo, e pertencia à 3ª Cia. do 1° RI. Fui ferido no ataque do dia 29 de novembro de 1944 ao Monte Castello.

À 1 hora da madrugada entramos em posição na base do morro. Recebi ordem para cavar um “buraco”, onde passei a noite. À medida que cavava o chão, ia juntando água no buraco, de modo que dormi as poucas horas dentro d’água, enrolado na manta.

Ao raiar do dia, nos foi servido uma ração K e, às 7 horas da manhã, recebemos ordem para atacar avançando pelas encostas do morro, em terreno descoberto. Choviam granadas e balas de todos os lados. Os tiros da nossa Artilharia caíam próximos de nós. Nossa progressão foi pequena, pois, diante da intensidade da reação alemã, ficamos logo detidos.

Arte de Kelly Swann que esta no blog https://combatart.wordpress.com/2011/01/18/crawling-2/
Arte de Kelly Swann que esta no blog https://combatart.wordpress.com/2011/01/18/crawling-2/

O Capitão Mandim deu ordens para que nos abrigássemos e aguardássemos as coisas melhorarem. Fui ferido logo no começo, primeiro nas costas, quando tentava cavar um abrigo.

Não podendo continuar ao alcance dos tiros inimigos durante o dia, as balas parece que tiveram pena de mim ou já sabiam que eu estava bastante ferido, só pegavam no chão ao redor de meu corpo, jogando-me terra como se quisessem me enterrar ali mesmo.

Ao escurecer, cessou o fogo e um padioleiro veio em meu socorro e me fez curativo de emergência. Só às 23h00min é que veio uma equipe de padioleiros me transportarem para as posições da Companhia em jipe e dali para o posto de socorro do batalhão.

Colocaram um aparelho de ferro em minha coxa esquerda e me levaram para um hospital em Valdibur, onde segui para Pistóia e Livorno.

Fonte: Paulo Vidal – Heróis Esquecidos – Edições GRD.

RESENHA – O BRASIL NA II GUERRA MUNDIAL – ROTEIRO CRONOLÓGICO DA FEB E AS COMUNICAÇÕES DA 1ª DIVISÃO DE INFANTARIA EXPEDICIONÁRIA – NA ITÁLIA 1944/45

Postagem original: http://segundaguerra.net/cronicas-de-guerra-as-balas-tiveram-pena-de-mim/

Rating: 5.0. From 2 votes.
Please wait...

Written by 

1 thought on “As Balas Tiveram Pena de Mim.

  1. Orgulho de ter um Heroi de nossa região!

    No votes yet.
    Please wait...

Deixe uma resposta