Dez Histórias de Japoneses que Continuaram Lutando Após o Fim da Guerra

Capitão Sakae Oba

Capitão Sakae Oba levou um grupo de 46 homens em táticas de guerrilha contra as forças norte-americanas antes de se render em 1945. Seu grupo é considerado um dos últimos grupos de combatentes japoneses organizados após o fim oficial da II Guerra Mundial.

Captain Sakae Oba

Yamakage Kufuku

Se entregou em Janeiro de 1949 em Iwo Jima, Yamakage Kufuku e um outro soldado entregou pacificamente para soldados americanos estacionados na ilha.

Yamakage Kufuku vivia em uma pequena caverna localizada perto da base americana. Ele sobreviveu roubando bens enlatados e outros pequenos itens dos soldados americanos quando eles não estavam olhando.

2

Matsudo Linsoki

Parceiro de Yamakage Kufuku em Iwo Jima; Matsudo Linsoki também se renderam pacificamente às tropas americanas em 1949. Embora soldados estivessem percorrendo a ilha regularmente, Yamakage e Matsudo usou uma série de artimanhas com arame farpado para manter os soldados longe das cavernas que eles chamavam de lar.

3

Tenente Ei Yamaguchi

Depois da guerra, o tenente Ei Yamaguchi comandou um grupo de 33 soldados japoneses em um ataque contra  150 fuzileiros navais estadunidenses estacionados na ilha de Peleliu, antes de se render em 1947.

Quando perguntado em uma entrevista de 1995 sobre sua recusa a se render, Yamaguchi disse: “Não podíamos acreditar que tínhamos perdido. Sempre fomos instruídos que nunca poderíamos perder. É a tradição japonesa que temos de lutar até morrer , até o fim.”

ei_yamaguchi

Yuichi Akatsu

Entregou-se em 1950, o soldadoYuichi Akatsu estava econdido em Lubang.

Ao longo dos anos a sua unidade diminuiu para apenas quatro homens. Depois de se render, Yuichi Akatsu tentou, junto de moradores locais a convencer os soldados restantes para sair do esconderijo, mas eles se recusaram, convencidos de que seu amigo tinha se juntado ao inimigo.

5

Kinshichi Kozuka

Um dos companheiros de equipe de Yuichi Akatsu. O soldado Kinshichi Kozuka, foi morto em 1972 pela polícia filipina.

Kozuka ocasionalmente executava ataques de guerrilha, mesmo décadas após o fim da guerra.

Kozuka_kinshichi

Shoichi Shimada

Outro soldado do reduto de  Lubang, cabo Shoichi Shimada foi morto em um tiroteio 1953 com um grupo de busca que tinha sido enviado para encontrar os soldados. 

_shimada

Hiroo Onoda

O mais conhecido dos soldados de Lubang, Segundo Tenente Hiroo Onoda se rendeu em 1974. Quase três décadas após a rendição do Japão e o fim da Segunda Guerra Mundial. Hiroo Onoda permaneceu leal ao Exército Imperial Japonês após apelos de moradores, soldados e até mesmo seu irmão. Finalmente, o seu ex comandante,  foi pessoalmente para a ilha pedir para Hiroo Onoda se entregar. Depois de finalmente ao aceitar que a guerra acabou, Hiroo chorou.

8

Murata Susumu

Encontrado na ilha de Tinian em 1953, Murata Susumu em um barraco proximo a um pântano na ilha por quase dez anos antes de finalmente ser capturado. Tinian ilha foi o local de um campo de pouso durante a guerra.

cocolisoo-110battleokinawaww2secondw

Shoichi Yokoi

Corporal Shoichi Yokoi se rendeu em 1972 depois de ser capturado por dois caçadores em Guam. Yokoi sobreviveu se escondendo nas selvas no arquipélago das ilhaa Marianas, depois que sua unidade foi quase completamente destruída. Ele se escondeu por mais de 25 anos, tecendo suas próprias roupas e escavando uma caverna que ele vivia.

_58058853_shoichi_yokoi624

 

Rating: 4.5. From 2 votes.
Please wait...

Written by 

Deixe uma resposta