Partes de Corpos e Cérebros Usados em Experiências Nazistas são Encontrados em Instituto na Alemanha.

  • Partes de corpos e cérebros de experimentos de vítimas de Auschwitz feitas pelo médico nazista Josef Mengele, também conhecido como Anjo da Morte, são descobertos em um laboratório de pesquisa de Munique.
  • Restos foram encontrados durante a reforma do Instituto Psiquiátrico do ano passado
  • Durante a guerra, a unidade recebeu partes do corpo do médico nazista Josef Mengele.
  • Já foram iniciadas as pesquisa nas partes do corpo e cérebro para começar a identificar algumas das experiências horríveis por médicos nazistas.

As partes humanas foram descobertos em frascos durante as reformas no Instituto de Psiquiatria Max Planck em Munique no ano passado, mas relatado pela mídia israelense somente esta semana.

Sabe-se que em tempo de guerra, o Instituto recebeu regularmente partes de corpos humanos de Josef Mengele, o médico do campo de extermínio nazista na Polônia ocupada, onde se tornou infame para a realização de experiências horríveis sem anestesia.

download
Julius Hallervorden

O Instituto Max Planck relata que as amostras eram usadas pelo pesquisador de cérebro nazista Julius Hallervorden, que conduziu experimentos em seres humanos durante e após a guerra.

Ele até serviu como o chefe do departamento de neuropatologia no instituto, então conhecido como o Instituto Kaiser Wilhelm, em 1938.

A comissão de investigação já começou a identificar algumas das vítimas de quem as amostras, foram tomadas com o objetivo de eventualmente enterra-los em uma vala comum.

O instituto publicou em seu site: “Estamos envergonhado por estes resultados, e a mancha de sua descoberta em nossos  arquivos.

“Vamos atualizar o público com qualquer outra informação que venha se descobrir com total transparência.”

O museu do Holocausto (Yad Vashem) em Jerusalém, Israel, não tinha tido conhecimento da existência das amostras.

Professor Dan Machman, diretor do Centro Internacional de Pesquisa do Holocausto no museu, disse a uma estação de rádio israelita: “É surpreendente, sabemos que as experiências foram conduzidas e que nem tudo foi apagado e enterrado”.

Josef Mengele
Josef Mengele

“Dois anos atrás, os ossos das vítimas a quem foram realizados experimentos foram encontrados no lixo em Berlim”. No próximo ano, vamos organizar uma convenção sobre esta questão.

“Esta atual descoberta é algo novo que era até então desconhecida, e se junta a outros eventos que foram descobertos depois de 70 anos”.

“Quem pensou que este capítulo foi completamente terminado está enganado”. “É difícil saber se estas amostras são exclusivamente de “assassinatos por misericórdia” – assassinato de pessoas doentes para efeitos de experimentação – ou se eles também derivam de outras fontes“.

De 1940 a 1945, centenas de cérebros de vítimas de assassinato em massa de pacientes psiquiátricos e de deficientes mentais daquela época, foram examinadas cientificamente no Instituto Kaiser Wilhelm de Pesquisa do Cérebro (KWI), em Berlim.

Médicos Nazistas
Médicos Nazistas

“Pesquisadores da KWI como Julius Hallervorden (1882 -1965), que trabalhou no KWI em 1938, fizeram-se cúmplices no assassinato organizado de pacientes de uma maneira inacreditável”, disse o instituto.

“A investigação determinou que agora deve-se revelar mais sobre as possíveis vítimas, bem como as avaliações científicas que foram realizadas.

“Além disso, as coleções de cérebro que datam da era nazista devem ser enterradas. E ainda tem que ser decidido o que fazer com os cérebros que surgiram depois de 1945”.

OBS: Não coloquei imagem dos cérebros e partes dos corpos e experimentos para não ficar muito chocante aos leitores.

Rating: 5.0. From 2 votes.
Please wait...

Written by 

Deixe uma resposta